Benefícios da leitura…

Principais Benefícios da leitura…

1. Vocabulário: a leitura nos permite enriquecer o nosso vocabulário, com a freqüência da leitura tendemos a ter mais facilidade no uso das palavras, passamos a falar, e, naturalmente, a escrever melhor, podendo lançar mão de uma maior gama de recursos no momento em que estivermos conversando e/ou redigindo algum texto. Esse elemento se evidencia numa simples conversa. Pessoas que não possuem o hábito da leitura, quando conversam, tende, com mais freqüência, a usar “muletas” no diálogo, tais como “né”, “tipo assim”, e outras mais, como essa pessoa tem pouca leitura, ela possui mais dificuldade na formulação de frases, lançando mão assim dessas “muletas”;
2. Conhecimento: a leitura exercita o cérebro e a capacidade de memorização, tanto mais leitura, tanto maior é a nossa capacidade de guardar informações, e, por extensão, mais fazemos uso desta capacidade de guardar informações. Aqui vale uma advertência: quando falamos em leitura, não estamos falando em qualquer leitura, antes disso, ela deve ser qualificada, naturalmente, quem lê apenas gibis, provavelmente não vai ter mais conhecimento do que qualquer outra pessoa que não lê gibis;
3. Entendimento: o costume da leitura nos permite entender as coisas com mais facilidades. Para tanto podemos dar uma pequena prova, pegue duas pessoas, uma que tem o costume da leitura e outra que não o tem, e dê-lhes um texto de filosofia –e sendo de filosofia, naturalmente é um texto difícil-, feito isso, peça que leiam e ao final da leitura, digam o que entenderam. Neste breve exercício, perceberemos que aquele que tem o hábito da leitura, talvez não entenda o texto em seu todo, mais irá falar sobre o texto com muito mais propriedade, já aquele que não tem o hábito da leitura, se posicionará de forma confusa e imprecisa;
4. Reflexivos: o hábito da leitura nos permite refletir melhor o texto, percebendo as variáveis interpretativas, não se perdendo em elementos secundários no texto, antes disso, atendo-se ao que é determinante;
5. Leitura dinâmica: quem lê, faz as sinapses e ligações dos acontecimentos de forma mais ágil. Se insistirmos com o exemplo do ponto dois perceberemos, o leitor não só terá mais propriedade e segurança no que diz, como também, irá dizer mais rapidamente, já o não-leitor, terá menos propriedade, menos segurança, e irá demorar muito mais tempo para fazer as sinapses e ligações no texto de filosofia;
6. Escrita: esse ponto é “mamão com açúcar”, se tem mais conhecimento, mais capacidade de reflexão e mais vocabulário, é dispensável dizer que tem mais facilidade com a escrita. Para tanto, basta dizer que a leitura e a escrita caminham juntas;
7. Informação: as pessoas que lêem possuem mais informações, mas não porque tem mais acesso a informações, porque isso, com o advento da internet, todos, em maior ou menor medida possuem, as pessoas que lêem possuem mais informações porque sabem filtrá-las melhor, porque distinguem com mais facilidade o que é importante do que é firula, o que é determinando do que é secundário e desnecessário;
8. Emoção: tem necessidade de falar sobre isso? Alguém duvida que a leitura nos permita momentos emocionantes?
Peguem um livro e boa leitura pessoal! 🙂
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s